"Não sou um caso a parte. Assim como todo mundo, fiz escolhas erradas na minha vida. Armei uma guerra e não tinha inimigos. Fechei os olhos sem ter sono. Chutei a bola para a direção contrária ao gol. Magoei muita gente. Uma parte me mandou para o inferno, outra parte não me perdoou. Assim como eu fiz escolhas que os magoaram, eles também fizeram. No final, fui tachado de o pior do mundo. Espero que nunca precisem de mim. Espero que não tenham que ir ao inferno algum dia como eu fui. Mas não os culpo, só não servem mais para mim."
"O domingo tá acabando — já é tarde — amanhã a gente começa de novo. Eu me sinto às vezes tão frágil, queria me debruçar em alguém, em alguma coisa. Alguma segurança. Invento estorinhas para mim mesmo, o tempo todo, me conformo, me dou força. Mas a sensação de estar sozinho não me larga."
"Ninguém ajudou. Me virei sozinho."